ARTICLE TITLE:

REFERENCE TYPE:

AUTHOR(S):

EDITOR(S):

PUBLICATION DATE:

PUBLICATION TITLE:

VOLUME:

PAGES:

ABSTRACT:

Fertilização foliar do lúpulo com algas e aminoácidos.

Journal

Afonso, S., Arrobas, M., Morais, J. S., & Rodrigues, M. A. 

2019

Journal

9(9)

No atual contexto da produção nacional de lúpulo a fertilização da cultura é efetuada de forma convencional ao solo. A aplicação de fertilizantes foliares poderá ser uma alternativa complementar para melhorar a produção e a qualidade dos cones, sendo necessário avaliar a eficácia destes tratamentos e o potencial efeito de recuperação de plantas com menor performance produtiva. Pretendeu-se com este trabalho testar o efeito de fertilizantes foliares à base de algas (Foliaralgas) e macro e micronutrientes (FoliarNut) em plantas com diferente vigor (fraco, médio, bom e muito bom), em complemento à fertilização ao solo. Em outra linha de trabalho pretendeu-se avaliar o efeito da aplicação de um fertilizante foliar à base de potássio (FoliarK) e de outro particularmente rico em aminoácidos (Foliaramino), em complemento à fertilização ao solo com nitrato de cálcio. O Foliaralgas é um preparado à base da alga Ascophyllum nodosum (15% p/p), enquanto o FoliarNut inclui macro e micronutrientes essenciais (N, P2O5, K2O, B, Fe, Cu, Zn e Mn) e também em menor teor a alga Ascophyllum nodosum (3,2% p/p). O FoliarK apresenta um elevado teor em potássio, cerca de 46,5% (p/v) de K2O, enquanto o Foliaramino contém 66,8 % (p/v) de aminoácidos totais. Os ensaios decorreram em duas explorações atualmente em produção no nordeste transmontano, em Vinhas e Pinela, durante dois anos, 2017 e 2018. Foi efetuada a colheita de folhas, caules e cones para análise. Os campos são ambos da cultivar ‘Nugget’. Avaliou-se a produção de matéria seca de lianas (MS lianas) e de cones (MS cones), ácidos amargos (teor de alfa e teor de beta) e análise química elementar dos cones (N, P, K, Ca, Mg, B, Zn, Fe e Mn). Os resultados preliminares da primeira linha de trabalho parecem indicar que o fertilizante Foliaralgas teve maior impacto em plantas com vigor fraco (valores superiores para MS Lianas, MS Cones e Mn), enquanto o FoliarNut teve maior influência em plantas com vigor muito bom (valores superiores para MS cones, N e Mg). Relativamente à segunda linha de trabalho, os resultados apurados (biomassa e ácidos amargos), parecem indicar que o Foliaramino e o Foliar K terão contribuído para aumentar o teor de ácidos alfa nos cones, mas a contribuição foi significativamente maior com o fertilizante Foliaramino.

URL:

Apoyo

El Proyecto de Ecología Liana es apoyado por la Universidad Marquette y financiado en parte por la National Science Foundation.